Pular para cabeçalhoPular para conteúdo principalPular para rodapé

Como pagar uma Nota Fiscal com retenção de impostos?

Por Henrique Netzka

Então vai lá o seu fornecedor de outra cidade e – PÁ! – emite uma nota fiscal com impostos retidos. Você recebe o boleto mais baixo e fica até meio perdido, não é?! Bom, neste conteúdo, vamos explorar o que é a retenção de impostos, por que ela é usada e como fazer o pagamento correto disso – para empresas do Simples ou não!

nota-fiscal

Então vai lá o seu fornecedor de outra cidade e – PÁ! – emite uma nota fiscal com impostos retidos. Você recebe o boleto mais baixo e fica até meio perdido, não é?! Bom, neste conteúdo, vamos explorar o que é a retenção de impostos, por que ela é usada e como fazer o pagamento correto disso – para empresas do Simples ou não!

O que é a retenção de impostos?

A retenção de impostos é usada em notas fiscais de serviços quando a prefeitura, ou o próprio cliente, entendem que há risco de perda no recolhimento. Na prática, sim, é um desses instrumentos para complicar a vida do financeiro das empresas. : )

Ela acontece, por exemplo, quando você presta serviços para outra cidade. Imagine que sua empresa é de Curitiba e você presta serviços para São Paulo. O Imposto Sobre Serviços (ISS) é sempre devido na cidade destino do serviço prestado – e não na cidade do prestador de serviços. Portanto, se o serviço foi feito em São Paulo, o imposto é devido ali, e não em Curitiba (a cidade da empresa).

Para garantir este recolhimento, e evitar que Curitiba tenha que repassar o imposto à cidade de São Paulo, a prefeitura exige a retenção dos tributos já na fonte. Ou seja: se a sua nota fiscal era de R$1000, o seu boleto emitido será de R$950. Os outros R$50 corresponderão aos 5% do ISS em São Paulo, e estes deverão ser pagos também pelo cliente, através de uma DARF separada (vou explicar mais à frente). No caso de empresas do Simples, os impostos retidos são pagos juntamente na DAS.

Na prática, portanto, a retenção de impostos é a mera transferência de responsabilidade do pagamento: caso o imposto não seja retido, o imposto é pago pelo fornecedor; com o imposto retido, a responsabilidade de pagamento é do cliente.

Recebi uma nota com retenção! E agora?

Se a nota fiscal que você recebeu apresenta retenção, o processo é simples.

Ao lançar a conta no financeiro, você deve também fazer um lançamento do tributo a pagar – no dia 20, ou dia útil anterior, do mês subsequente ao do serviço (ou seja, na competência seguinte). Um exemplo prático:

  • Nota fiscal de serviços no valor de R$1000 recebida, com boleto de R$950.
  • Emissão da NFS-e: 21/06/2020
  • Vencimento do boleto: 90 dias (21/09/2020)
  • DARF devida: R$50 em 20/07/2020

Note que, no exemplo, acima, a DARF é devida antes mesmo do vencimento do boleto. Isso porque o tributo é sobre a competência, ou seja, o fato gerador (neste caso, a NFS-e), e não sobre o boleto pago (caixa).

Faça lançamentos com retenções automaticamente no Nimbly. Comece grátis!

O mesmo vale para outros tributos, caso o emissor da NFS-e não esteja no Simples, por exemplo. Impostos como IR, CSLL e outros também podem ser retidos na fonte. Neste caso, a responsabilidade de pagamento é do cliente, e o processo é exatamente o mesmo!

E no Simples? Muda algo?

Empresas enquadradas no Simples Nacional têm uma vantagem neste processo: o pagamento dos tributos é feito em apenas uma guia, a DAS, emitida mensalmente e com vencimento para o dia 20 ou dia útil posterior. Na prática, isso é mais simples, porque apenas uma guia é paga.

Atenção às aliquotas

Algo que o fornecedor deve se atentar é que, no caso da prestação de serviços para outras cidades, a diferença de alíquotas pode ser significativa. Se o prestador está em uma cidade com 2% de ISS, por exemplo, ele pagará até 3% a mais por notas fiscais emitidas.

Por isso, vale sempre revisitar este assunto. Caso você veja que seus clientes estão aglomerados em alguma cidade com a tributação mais alta, talvez seja hora de abrir um CNPJ lá! : )

Conheça o Nimbly e entenda como analisar seus números será muito fácil daqui pra frente!

0 comentários

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados com *

Outros posts sobre "Financeiro"

Financeiro, Fiscal

Como fazer a gestão financeira usando o Nimbly

Quando falamos em gestão financeira, o que vem à sua mente? Pagar contas? Emitir boletos? Ou calcular a necessidade de capital de giro para os próximos dias e antecipar os possíveis problemas que a sua empresa poderá enfrentar em breve – mesmo que ela seja lucrativa?No artigo de hoje, vamos definir um passo a passo simples para você organizar o seu dia a dia e, de forma muito ágil, obter resultados precisos tanto para análise do seu passado quanto para o planejamento do seu futuro. E tudo isso – claro – usando o Nimbly como ferramenta, que tornará todo o processo muito ágil e transparente!

BPO Financeiro, Financeiro, Gestão, Vendas

BPO financeiro: Preparação para vender melhor?

Agora que você já entendeu o que é um BPO, e já sabe como executar o serviço, que tal falarmos um pouco sobre “os passos para fazer boas vendas operando BPO Financeiro”? Afinal, não basta saber fazer – é preciso ter clientes pagando pelos seus serviços, certo?! Neste artigo, vamos oxigenar algumas possibilidades comerciais do… Continue a ler »BPO financeiro: Preparação para vender melhor?

BPO Financeiro, Financeiro

Como se tornar um BPO financeiro?

Agora que você já entendeu o que é um BPO financeiro, resolvemos trazer alguns insights sobre “como” você pode tornar esta a sua principal fonte de renda – seja você um contador, um escritório contabilidade ou mesmo alguém buscando um novo caminho para empreender! Recapitulando Só para reforçar a ideia: imagine o papel do BPO… Continue a ler »Como se tornar um BPO financeiro?

BPO Financeiro, Financeiro

O que é BPO financeiro?

Em um mercado que vive transformações de forma acelerada e constante, estruturar um setor administrativo-financeiro dentro da empresa é, cada vez, um desafio maior. Afinal, enquanto as empresas evoluem e se transformam, muda também o nível de conhecimento necessário para executar uma boa gestão. Por isso, cada vez mais empresas estão aderindo ao chamado “BPO… Continue a ler »O que é BPO financeiro?