Pular para cabeçalhoPular para conteúdo principalPular para rodapé

Qual é o melhor banco digital para empresas?

Por Henrique Netzka

A onda dos bancos digitais está, aos poucos, ganhando o mercado corporativo também. Antes limitados às pessoas físicas, bancos como Inter e Nubank já fizeram seus movimentos em direção às pessoas jurídicas, enquanto outros como Stone, BS2 e o novo Cora já surgem com as PJs em seu DNA. Hoje, vamos explorar o que cada… Continue a ler »Qual é o melhor banco digital para empresas?

open-bankingPhoto by maitree rimthong from Pexels

A onda dos bancos digitais está, aos poucos, ganhando o mercado corporativo também. Antes limitados às pessoas físicas, bancos como Inter e Nubank já fizeram seus movimentos em direção às pessoas jurídicas, enquanto outros como Stone, BS2 e o novo Cora já surgem com as PJs em seu DNA. Hoje, vamos explorar o que cada banco digital pode oferecer para sua empresa!

Mas… por quê eu trocaria?

Os bancos digitais, em geral, possuem facilidades como diminuição de burocracia (você nunca precisa ir até uma agência, já que ela nem existe!) e tarifas muito mais baixas (quando não gratuitas). Por outro lado, operações mais complexas dificilmente podem ser completadas através deles. O pagamento de guias de impostos SEM código de barras, por exemplo, só pode ser feito pelos bancos tradicionais (ao menos por enquanto). O que observamos, porém, é que esse é um recurso que dificilmente empresas de pequeno e médio porte utilizam!

Para ajudar você a escolher, separamos algumas observações sobre cada banco digital! 🙂

Conta Stone

A conta Stone ainda é um pouco divulgada, mas na nossa avaliação é a operação mais robusta até agora. A criação da conta se dá com pouquíssima burocracia e a conta está operável em poucas horas.

O banco aceita pessoas físicas e jurídicas, permitindo que seus colaboradores criem contas na própria plataforma e economizando as TEDs – que, acima de 20 por mês, têm o custo de R$4,00.

A conta é básica e permite pagamento de contas, boletos e transferências, e já está 100% preparada para o open banking. Isso trouxe uma grande vantagem aos clientes do Nimbly: nossos clientes operam 100% de suas contas bancárias pelo Nimbly, sem a necessidade de lançar pagamentos no sistema e no banco, por exemplo.

Fora a tarifa de TEDs, não há tarifas na conta. A conta Stone é nossa escolhida, com certeza!

BS2 Hub

O banco BS2 também oferece contas física e jurídica, e o destaque aqui é para a possibilidade de ter uma conta em dólares na pessoa física. Com a operação também completa, e adicional de geração de boletos – a custos muito, muito agressivos, este também é um dos nossos “queridinhos .

Apesar de ainda estarem finalizando alguns detalhes do open banking, o banco já conta com um internet banking bastante completo e a abertura de conta também é bastante simplificada.

Aqui, o destaque é para uma equipe muito focada em facilitar a vida das empresas.

Cora

O banco Cora está surgindo com foco total em pessoas jurídicas. Isso é incrível porque os produtos que estão por vir (como créditos para MPMEs) serão, certamente, muito aderentes às necessidades do mercado.

Ainda em estágio inicial, a operação do Cora atualmente se resume à geração de boletos – operados pelo Banco do Brasil. Segundo eles, o processo de liberação via Banco Central já está acontecendo e, em breve, eles terão um código próprio no sistema bancário.

Aqui no Nimbly, já começamos a integração com a Cora, e estamos ansiosos pelo que está por vir! : )

Banco Inter

Enquanto na pessoa física o Inter talvez seja o banco mais completo possível, na pessoa jurídica algumas pequenas decepções podem acontecer já no processo de abertura da conta – que é bastante burocrático. Até assinatura você vai precisar mandar!

O que questionamos aqui é a falta de previsão do open banking. Neste ponto, o Inter se assemelha muito aos bancos tradicionais – que ainda estão estudando como vão se preparar para isso. Se você tem uma operação mais robusta, também não será possível enviar pagamentos em lote (via CNAB. Ou seja: o Inter vai te dar (re)trabalho!

Por outro lado, o banco opera com “zero cobrança de tarifas”. Essa é uma vantagem que pode ser atrativa.

NuBank

O DNA do NuBank é ser uma empresa muito ágil, e com atendimento incrível. A conta PJ do Nu não é diferente. Porém, vale lembrar que ela é muito, muito simples, e o foco são as MEI – ao menos por enquanto.

Tal como o banco Inter, faltam recursos para operações em lote – talvez justamente por não ser o foco deles. : )

O resumo

Para nós, sair dos bancos tradicionais se justifica, atualmente, por duas questões: redução de tarifas e operação integrada a softwares de gestão (através do open banking). Se você ainda não tem um software de gestão, ou não opera um volume muito grande, vale entender se isso não acontecerá em breve. Afinal, trocar de banco é sempre uma burocracia (já tentou fechar uma conta em um banco tradicional?).

Se você está iniciando uma empresa agora, nossa sugestão é a Conta Stone ou o BS2, que são soluções estabelecidas e completas.

Se sua empresa está começando a crescer agora, nossa recomendação é a solução Banking do Nimbly (gratuita) associada à Stone, uma vez que você terá menos trabalho e ainda estará contribuindo para sua gestão. 🚀

Photo by maitree rimthong from Pexels

0 comentários

Deixe um comentário

Campos obrigatórios são marcados com *

Outros posts sobre "Bancos"